EUA

A rainha de beleza acusada manter cartel de "El Chapo" a funcionar

A rainha de beleza acusada manter cartel de 'El Chapo' a funcionar
Ana Bela Ferreira 23 de fevereiro

Emma Coronel Aispuro, de 31 anos, está acusada de conspirar para distribuir drogas nos EUA através do cartel do marido e de ter ajudado na fuga dele da prisão em 2015.

A mulher de Joaquín Archivaldo Guzmán Loera, mais conhecido por "El Chapo", o famoso barão da droga, foi detida na segunda-feira no aeroporto internacional Washington Dulles na Virgina. Emma Coronel Aispuro é suspeita de envolvimento em tráfico de droga internacional e de ajudar na fuga do seu marido da prisão.

Cidadã de dupla nacionalidade - mexicana e norte-americana -, Emma Coronel Aispuro está acusada de manter o cartel do marido operacional. Terá conspirado para distribuir cocaína, metaanfetaminas, heroína e marijuana nos EUA, através do cartel de Sinaloa, que era liderado pelo marido.

A mulher de 31 anos de "El Chapo" está ainda acusada pelas autoridades norte-americanas de ter conspirado para retirar o marido da prisão mexicana de Altiplano, em julho de 2015. Mais tarde, já depois de ele ter sido novamente preso, terá tentado ajudar numa nova fuga, pouco antes da sua extradição para os EUA, em janeiro de 2017.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais