Mauro F. Guillén: “É um mito que os imigrantes roubem empregos”

O que esperar do mundo entre 2020 e 2030? É isso que o investigador hispano-americano revela no seu livro. Prevê uma revolução industrial em África e a crescente participação das mulheres na política.

A impressão em 3D já permite criar tecidos para transplantes e é possível produzir sanitas que dispensam o uso de água, mas para além dos avanços tecnológicos importa discernir quais são as grandes tendências de desenvolvimento, os impasses e os riscos. Em entrevista à SÁBADO, o especialista em mercados globais Mauro Guillén traça um cenário das mudanças que esta década nos pode trazer e admite que os males da guerra reforcem uma transição necessária para fontes de energia de menor impacto ambiental.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui