Entrevista

Luís Paixão Martins: “O nosso Presidente da República acha que comanda os media”

Fundou a agência de consultoria em comunicação LPM, uma das maiores do setor. Trabalhou nas campanhas de Cavaco, Sócrates e António Costa. No novo livro apresenta uma espécie de manual sobre as ilusões e as falácias do marketing político.

O tempo aperta para Costa limpar a má reputação das maiorias absolutas e Marcelo deve ser visto como uma espécie de “grande explicador” com agenda muito própria, assevera Luís Paixão Martins. Das experiências nas campanhas da eleição de Cavaco Silva como primeiro Presidente de direita e nas duas maiorias absolutas de José Sócrates e António Costa, o consultor de comunicação destilou ensinamentos que, em entrevista à SÁBADO, resume numa máxima: a avaliação do caráter do candidato é o que mais conta. Luís Paixão Martins acaba de editar novo livro: Como Perder uma Eleição.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui