Sindicatos dos camionistas e associação empresarial voltam hoje às negociações

Lusa 15 de julho de 2019
Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 25 de fevereiro a 3 de março
As mais lidas

Os sindicatos Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) e Independente dos Motoristas de Mercadorias anunciaram uma paralisação, com o início a 12 de agosto.

Os sindicatos representativos dos camionistas e a associação empresarial do setor voltam hoje à mesa de negociações, sob a mediação do Ministério do Trabalho, mas com uma ameaça de greve para meados de agosto.

manifestação motoristas matérias perigosas
manifestação motoristas matérias perigosas
manifestação motoristas matérias perigosas
manifestação motoristas matérias perigosas
manifestação motoristas matérias perigosas
manifestação motoristas matérias perigosas
manifestação motoristas matérias perigosas
manifestação motoristas matérias perigosas
manifestação motoristas matérias perigosas
manifestação motoristas matérias perigosas
manifestação motoristas matérias perigosas
manifestação motoristas matérias perigosas
manifestação motoristas matérias perigosas
manifestação motoristas matérias perigosas
Os sindicatos Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) e Independente dos Motoristas de Mercadorias anunciaram no dia 06, após o seu 1.º Congresso Nacional, uma paralisação, como início a 12 de agosto.

Estes dois sindicatos independentes, juntamente com a federação sindical filiada na CGTP, têm vindo a negociar com a associação empresarial do setor, a Associação Nacional de Transportadores Públicos Rodoviários de Mercadorias (ANTRAM), a revisão do contrato coletivo, sob a mediação da Direção Geral do Emprego e Relações de Trabalho do Ministério do Trabalho.

O presidente do SNMMP, Francisco São Bento, disse à agência Lusa que, as negociações estão ainda numa fase inicial, pois o processo tem sido muito moroso, reconhecendo a existência de algumas divergências.

No entanto, a ANTRAM foi surpreendida com o anúncio da greve, pois considerava que as negociações estavam a decorrer com normalidade.

A Federação Sindical dos Transportes (FECTRANS), filiada na CGTP, apresentou informalmente à ANTRAM no dia 04 de julho uma proposta para que, em janeiro de 2021, o salário base dos motoristas de pesados de mercadorias passe para os 850 euros, a que serão acrescidos os diversos subsídios de função.

A FECTRANS deverá formalizar esta proposta hoje à mesa das negociações.

Esta federação e o Sindicato Independente dos Motoristas e o dos Motoristas de Matérias Perigosas têm vindo a negociar a revisão do Contrato Coletivo do setor com a ANTRAM, desde maio, tendo acordado um protocolo com a vista à implementação de um salário base de 700 euros para os camionistas, em janeiro de 2020.

A este salário base, acresce, como agora, vários subsídios inerentes ao desempenho da atividade e as diuturnidades.

Os dois sindicatos independentes vão para as negociações com a intenção de entregar de imediato o pré-aviso de greve caso a associação patronal não responda às suas reivindicações.

O Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas foi criado no final de 2018 e tornou-se conhecido com a greve iniciada no dia 15 de abril, que levou o Governo a decretar uma requisição civil e, posteriormente, a convidar as partes a sentarem-se à mesa de negociações.

A elevada adesão à greve de três dias surpreendeu todos, incluindo o próprio sindicato, e deixou sem combustível grande parte dos postos de abastecimento do país.

O SNMMP reivindicava salários de 1.200 euros para os profissionais do setor, um subsídio específico de 240 euros e a redução da idade de reforma.

Segundo fonte sindical, existem em Portugal cerca de 50.000 motoristas de veículos pesados de mercadorias, 900 dos quais a transportar mercadorias perigosas.

O 'jovem' sindicato presidido por Francisco São Bento tem cerca de 700 sócios.
Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Artigos Relacionados
Opinião Ver mais