Patek Philippe, o que é que este relógio tem de especial

Patek Philippe, o que é que este relógio tem de especial
Sónia Bento 14 de fevereiro de 2020

É a marca preferida dos colecionadores e entendidos em relógios, pela qualidade, pela exclusividade e pelo design. São os mais caros do mundo e o ano passado bateram novo recorde: 28 milhões de euros.

O Patek Philippe Nautilus foi o relógio com que sonhou durante muito tempo, até que, em 2015, encontrou na Internet um britânico a vendê-lo, ainda por estrear, por 42 mil euros. Apesar de ser o dobro do preço em vigor no site da marca suíça com 180 anos, não teria de esperar dois anos ou mais só para o conseguir encomendar. Não resistiu e, ao fim de uns dias, o dentista do Porto já tinha o Nautilus no pulso. "Quem não quer esperar tem de pagar um preço bastante mais elevado. É uma peça tão especial que quando fui à David Rosas [único vendedor da Patek Philippe em Portugal] ajustar a pulseira, os funcionários disseram-me que nunca tinham visto nenhum igual", conta.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais