Rio2016: Autocarro de jornalistas destruído em favela

Lusa 10 de agosto de 2016
As mais lidas

Um dos jornalistas argentino referiu que não sabiam se o que atingiu as janelas eram balas ou garrafas

Um autocarro oficial que transportava jornalistas acreditados para os Jogos do Rio2016 foi esta terça-feira atacado e dois dos seus vidros partidos, disse à AFP um jornalista argentino que se encontrava no interior do veículo. "Ouvimos os impactos no lado direito do autocarro, duas janelas ficaram partidas. Um jornalista da Bielorrússia ficou ferido numa mão devido aos cacos dos vidros", disse Gaston Sainz, jornalista do La Nacion.

Getty Images
O jornalista referiu ainda que não sabiam se o que atingiu as janelas eram balas ou garrafas. "Nós atirámo-nos para o chão e, dois quilómetros depois, a polícia chegou e escoltou-nos para o centro de imprensa (MPC)", acrescentou o jornalista.

O ataque verificou-se às 20h locais (24h em Lisboa), próximo da favela conhecida como Cidade de Deus, reconhecida como uma das mais violentas do Rio de Janeiro.
Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana.
Boas leituras!
Artigos Relacionados
Opinião Ver mais