Liverpool lembra vítimas e tragédia de Hillsborough

Lusa 15 de abril de 2020
Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 25 de fevereiro a 3 de março
As mais lidas

O treinador do Liverpool, Jürgen Klopp, e o capitão de equipa, Jordan Henderson, hoje mensagens de apoio aos familiares das vítimas da tragédia em que morreram 96 adeptos.

O treinador do Liverpool, Jürgen Klopp, e o capitão de equipa, Jordan Henderson, deixaram hoje mensagens de apoio aos familiares das vítimas da tragédia de Hillsborough, 31 anos após a morte de 96 adeptos.

David Cannon/Allsport/Getty Images

Os incidentes aconteceram em 15 de abril de 1989, no Estádio de Hillsborough, em Sheffield, quando quase uma centena de adeptos morreu esmagada no recinto, que ultrapassou a sua capacidade um pouco antes do início do jogo da Taça entre Liverpool e Nottingham.

"Hoje assinala-se a data mais importante do nosso clube, a cada ano. Estava previsto que estivéssemos em Anfield, mas isso não é possível, o que podemos assegurar é que pensamos uns nos outros", disse o treinador alemão, citado pelo clube.

A pandemia da covid-19 parou o campeonato e limitou a possibilidade de reunião de pessoas, e, por isso, o tradicional encontro de adeptos e pessoas afetadas pela tragédia foi adiado para outra ocasião.

"Acreditem em mim, pensamos em vós, estão nas nossas orações e têm, sobretudo, o nosso amor. Nunca caminharão sozinhos", disse o treinador em referência ao hino do clube ('you'll never walk alone' em inglês).

"Hoje, o clube e todos nós, deveríamos estar reunidos para honrar em Anfield a vida de 96 pessoas que foram ver um jogo e nunca voltaram para casa", disse o capitão dos 'reds', Jordan Henderson.

Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Artigos Relacionados
Opinião Ver mais