Pesadelos ligados a maior risco de demência

“Sonhos angustiantes eram mais frequentes entre as mulheres de meia-idade, já na faixa dos mais velhos os pesadelos aconteciam mais em homens”, lê-se no estudo.

Pesadelos frequentes na meia-idade ou mais, podem estar ligados a um maior risco de demência na velhice, é a conclusão de um estudo feito por Abidemi Otaiku, investigador em Neurologia na Universidade de Birmingham, e publicado na revista científica Lancet.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais