Infetados podem espalhar vírus da covid-19 durante 20 dias

Infetados podem espalhar vírus da covid-19 durante 20 dias
Diogo Camilo 02 de dezembro de 2020

Período de isolamento em Portugal para casos ligeiros ou sem sintomas é de 10 dias, mas cerca de 80 estudos diferentes indicam que o risco de infeção dura, em média, 17 dias. E casos graves podem disseminar o vírus por mais de 20 dias.

Portugal baixou o período de isolamento para infetados pela covid-19 assintomáticos ou com sintomas ligeiros de 14 para 10 dias, mas uma revisão de dezenas de estudos aponta que o risco de infeção dura, em média, 17 dias. A casos graves e críticos do novo coronavírus, a DGS aplica um isolamento de 20 dias, mas dezenas de estudos apontam para um período maior em que um infetado pode contaminar outra pessoa.

Numa análise publicada na revista científica Lancet, investigadores britânicos debruçaram-se sobre 79 estudos, publicados nos últimos meses, com diferentes tempos de incubação do vírus da covid-19, o SARS-CoV-2, no nosso corpo.

As descobertas apontam que o tempo médio em que o vírus permanece no nosso corpo é superior àquele que a Direção-Geral da Saúde (DGS) define para que alguém possa ser considerado como "recuperado". As novas regras entraram em vigor em outubro e referem que quem tenha testado positivo à covid-19 pode ter alta ou sair de casa ao fim de 10 dias, desde que não apresente sintomas há mais de três, sem que seja necessário um teste negativo.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais