114 médicos internos sem vaga para especialização

SÁBADO/Lusa 23 de dezembro de 2015

Os profissionais vão permanecer no Serviço Nacional de Saúde e podem candidatar-se no próximo concurso

A Administração Central de Sistemas de Saúde (ACSS) anunciou ontem, dia 22, que os 114 médicos internos sem vaga para formação da especialidade vão continuar a sua formação no Serviço Nacional de Saúde (SNS) e podem candidatar-se a um futuro concurso.

 

"Está em fase adiantada de preparação" um projecto de despacho que "assegurará a manutenção destes médicos no sistema", explicou Rui Ivo, presidente da ACSS, à Lusa. Os médicos sem vaga vão assegurar a prestação de cuidados no SNS, nomeadamente "nos locais onde exista necessidade", e que já foram identificados.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais