Primeiro árbitro a assumir-se gay: “Nada me vai parar”

Primeiro árbitro a assumir-se gay: “Nada me vai parar”
Leonor Riso 21 de novembro de 2016

Conheça a história de Jesús Tomillero Benavente, de 21 anos, que já fundou uma associação contra a homofobia no desporto

Jesús Tomillero Benavente é jovem, mas já passou por muito na vida. O pai morreu quando ele tinha três anos, o que levou a mãe a abandoná-lo num centro para menores. Tornou-se árbitro e apaixonou-se por um homem, David, com quem quer casar em Janeiro de 2017. É o primeiro árbitro espanhol a assumir a sua homossexualidade.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais