O português caçador de tempestades

O português caçador de tempestades
Vanda Marques 13 de outubro de 2019

Bruno Gonçalves é engenheiro do ambiente e tem como hobby perseguir tornados e chuvadas de granizo. Ia embarcar para os Açores quando ouviu falar do furacão Lorenzo, mas desta vez ficou em terra.



Foi aos 8 anos que Bruno Gonçalves ficou colado à janela, em Lagoa, a ver uma tempestade. Primeiro apareceu o medo, depois veio o entusiasmo. Quando ouvia uma trovoada corria para ver os relâmpagos. Mais tarde formou-se em Engenharia do Ambiente, mas tudo ficou mais sério quando, em 2008, comprou uma máquina fotográfica e começou a fotografar tempestades.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais