O Chefe Cozinheiro do Ano é Ricardo Luz

Filipa Teixeira 03 de dezembro de 2019

Com 31 anos, e atualmente a trabalhar como subchefe do restaurante Bon Bon no Carvoeiro, Ricardo sagrou-se vencedor da 30.ª edição do Chefe Cozinheiro do Ano, o mais importante concurso da gastronomia portuguesa que se realizou pela primeira vez no Porto

Não é descabido afirmar que na restauração contemporânea dificilmente encontramos um nome que não tenha passado pelo concurso Chefe Cozinheiro do Ano. Na lista de vencedores encontramos António Loureiro (2014), Louis Anjos (2012), Tiago Bonito (2011), João Rodrigues (2007), Henrique Sá Pessoa (2005) ou Vítor Matos (2003), só para mencionar aqueles que lideraram actualmente projectos com uma ou duas estrelas Michelin.

Todos eles são peremptórios em afirmar que há um antes e um depois do prémio de Chefe Cozinheiro do Ano (CCA). Nas palavras de Vítor Matos, por exemplo, se não fosse este reconhecimento nacional, provavelmente ainda estaria agarrado ao receituário puramente tradicional, enquanto Henrique Sá Pessoa é directo ao dizer que o CCA foi mais importante que a conquista da segunda estrela, até porque sem este prémio as estrelas seriam apenas uma miragem.

Também ligado ao mundo das estrelas, de uma forma não tão directa, mas não menos importante, está Ricardo Luz, o vencedor da 30ª edição do concurso promovido pelas Edições do Gosto. Actualmente subchefe do restaurante Bon Bon, no Carvoeiro (uma estrela Michelin), Ricardo tem na bagagem passagens pelo Tavares Rico, Penha Longa Resort e Vila Vita Parc, onde trabalhou durante cinco anos: "é uma casa pela qual tenho um grande carinho".

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais