Extinction Rebellion "pinta" carros no salão de Bruxelas em protesto

Aquela Máquina 23 de janeiro de 2020

Ativistas acusam indústria automóvel de ser uma das principais responsáveis pelas alterações climáticas no planeta

A edição deste ano do Salão Automóvel de Bruxelas irá perdurar na memória das marcas e do público. No sábado passado, penúltimo dia do certame, 185 activistas do grupo Extinction Rebellion foram detidos pela polícia belga, naquele que foi um dos seus protestos mais radicais.

Poucos minutos antes, dezenas de membros irromperam pelo salão e começaram a pintar os veículos em exposição com palavras de ordem, perante a surpresa e o desconforto dos responsáveis das marcas.

Em causa estão as alterações climáticas no planeta, com o Extinction Rebellion a acusar a indústria automóvel de ser a principal responsável pelo seu agravamento.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais