Este foi o primeiro filme publicitário em Portugal

Este foi o primeiro filme publicitário em Portugal
André Rito 28 de novembro de 2016

Em 1917 Raul Calvilla juntou 150 mil figurantes e filmou dois acrobatas galegos a escalarem a Torre dos Clérigos, para tomarem um chá nas alturas e promoverem uma marca de bolachas

O evento  tinha sido promovido nos jornais locais e o povo respondeu em massa. Cento e cinquenta mil pessoas juntavam-se na Baixa do Porto para assistirem a uma proeza inédita: dois acrobatas a escalarem a Torre dos Clérigos, para protagonizarem o o primeiro filme publicitário português. Lá em cima, pai e filho, ambos galegos, tomaram um chá com bolachas e atiraram panfletos sobre a multidão. 

"Um Chá nas Nuvens", assim se chamava a campanha publicitária, foi uma ideia de Raul Caldevilla, fundador da Invicta Filmes e precursor da publicidade em Portugal. "O objectivo era levar as pessoas a verem os acrobatas e receberem os folhetos lançados sobre a multidão, onde estava a propaganda às bolachas 'Petit Beurre Invicta'. Tratou-se de uma acção fílmica mas também publicitária", diz à SÁBADO Paulo Trancoso, director do Museu da Publicidade, que na passada sexta-feira promoveu uma projecção do filme histórico na Cinemateca Portuguesa.

Sem qualquer apoio ou protecção, os dois acrobatas escalaram a torre ao longo de quase sete minutos e o filme seria mais tarde projectado em várias salas de cinema - a Emissora Nacional só abriria em 1935. "Isto numa altura em que havia pouquíssima produção cinematografica em Portugal", assinala Paulo Trancoso, lembrando que Caldevilla foi também um precursor na publicidade de rua.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais