Como será a vida pós-Covid?

Como será a vida pós-Covid?
Lucília Galha 06 de abril

Na Austrália e na Nova Zelândia já se vive alguma da antiga normalidade, mas essa realidade vai demorar a chegar cá. E quando acontecer, haverá seguramente menos beijos e menos abraços.

Começa a ser um passado distante, aquele em que ninguém teme grandes ajuntamentos, nem beijos ou abraços, quando nos juntávamos em discotecas, esperávamos na fila para entrar num restaurante lotado, íamos ao sábado ao futebol ou nos sentávamos para assistir a um concerto numa sala cheia – tudo sem máscaras.

Distante para a Europa, mas há lugares no mundo (poucos ainda) em que essa vida pré pandemia já se tornou na vida pós pandemia. Como a Nova Zelândia ou a Austrália. No estado de Nova Gales do Sul, por exemplo, as máscaras já deixaram de ser obrigatórias e deixa-se ao critério dos passageiros usarem-nas quando andam de transportes públicos.

Mais: não há limite de pessoas nos casamentos, nem nos funerais, dançar e cantar é permitido em todo o lado e também se podem realizar encontros ao ar livre com mais de 200 pessoas. Em Perth, capital do estado da Austrália Ocidental, há pessoas que nunca tiveram sequer de usar máscara e quem não tenha nenhuma em casa.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais