Bom samaritano do Porto ajuda estranhos – e os seguidores financiam

Bom samaritano do Porto ajuda estranhos – e os seguidores financiam
Raquel Lito 23 de novembro

Lucas With Strangers é o seu nome no meio. Nas redes sociais, aparece a dar cadeiras de rodas, saltos de pára-quedas ou cortes de cabelo aos sem-abrigo. As doações vêm de seguidores e parcerias com marcas. À noite, o empreendedor toca jazz em casa.

Se vê alguém triste e necessitado, pergunta: "Como é que te posso fazer feliz?". Influencer contra-corrente (as borlas não são para proveito próprio), Lucas Rodrigues, de 21 anos, já é famoso nas redes sociais como Lucas With Strangers: tanto oferece saltos de pára-quedas e cortes de cabelo aos sem-abrigo, como dá cadeiras de rodas às pessoas de mobilidade reduzida, ou simplesmente uma nota de €10 ou um abraço. Tem agora um caso mais complexo, avança à SÁBADO: "O vídeo que está a ser gravado é o de uma pessoa que precisa de dentes novos." 

O bom samarinano, de 21 anos, apoia mais no Porto. Na cidade-natal planeia as acções, com uma equipa de um ou dois técnicos para gravar os vídeos. Esta etapa leva o seu tempo, diz: "A gravação demora, em média, duas semanas. Envolve muito planeamento e burocracias, principalmente nos desejos maiores. É preciso arranjar parceiros [patrocinadores] para alguns vídeos." 

Cinco mil euros em 72 horas 

Financiamento arranja-se – e rapidamente. Um mix de doações, entre os seus seguidores (tem mais de 95 mil na página do Instagram e 4.987 do Twitter), subscritores no Patreon (plataforma em que os autores cobram mensalidades), parcerias com marcas, angariações de fundos e dinheiro que ganha ao gerir outras contas de TikTok para empresas.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais