PAN: André Silva lança críticas ao Governo e aponta "próximas batalhas"

Lusa 05 de junho
Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 17 a 23 de junho
As mais lidas

André Silva considerou que "o PAN é uma voz que faz cada vez mais a diferença em áreas que outros desistiram de dar respostas".

O porta-voz cessante do PAN, André Silva, criticou hoje o Governo que se afirma "o campeão das alterações climáticas" e ao mesmo tempo "quer um aeroporto no Montijo" e "dá milhões ao baronato da caça".

MANUEL DE ALMEIDA/LUSA
"Mais do que nunca a firmeza e mobilização do PAN é necessária, porque, apesar dos avanços dados nos últimos anos, muito ainda está por fazer, muitos problemas há a resolver para termos um país mais igual e mais sustentável", afirmou André Silva na sua intervenção na abertura da reunião magna.

Na sua intervenção, que foi aplaudida de pé pelos delegados, o líder criticou que "orçamento após orçamento, o Governo continue a dar mais de 500 milhões de euros em subsídios perversos ao setor energético" e que "continue a existir uma legislação ambiental que dá carta branca a projetos que plastificam a costa vicentina ou a mega plantações intensivas em regiões com escassez hídrica".

"Não podemos aceitar que o mesmo Governo que gosta de se afirmar o campeão da alterações climáticas, seja o mesmo que quer construir, a todo o custo, um aeroporto no Montijo. Não podemos aceitar que o mesmo Governo que oferece mais de 10 milhões de euros ao baronato da caça, seja o mesmo que não tem dinheiro para apoiar os municípios no cumprimento das leis de proteção animal, como a do não-abate", continuou.

E lamentou que "o mesmo Governo que se esconde atrás dos entraves da burocracia de Bruxelas para não descer o IVA dos atos médico-veterinários para 13%, seja o mesmo que nada faz para estancar as perdas de mais de 1000 milhões ao ano para paraísos fiscais em fraude, evasão e elisão fiscais ou que por dois consecutivos dá borlas fiscais para o futebol por causa da champions league [Liga dos Campeões]".

"Não podemos aceitar que o mesmo Governo que diz que não tem dinheiro para assegurar uma redução de impostos para a classe média, seja o mesmo que, ano após ano, passa cheques em branco ao Novo Banco para pagar despesas não previstas nos acordos de venda", frisou também.

Na sua ótica, "estas são algumas das batalhas" que é necessário "travar para assegurar um país com um futuro desejável".

André Silva, que é líder desde 2014, considerou que "o PAN é uma voz que faz cada vez mais a diferença em áreas que outros desistiram de dar respostas" e que as "conquistas e vitórias" conseguidas nos últimos anos mostram que "o PAN faz falta ao país".

Apontando que quando o PAN entrou para o parlamento, em 2015, "falar em aprofundamento da transparência e de combate à corrupção só se podia fazer no debate parlamentar, com um discurso polido, dentro de certos limites, com muitas salvaguardas e sem fazer cair certos santos dos altares, hoje, há no parlamento uma voz que, partindo do normativo internacional de referência e sem populismos ocos, põe o dedo na ferida relativamente à corrupção".

"Pela determinação e desassombro do PAN, o parlamento e a sociedade civil debatem hoje, sem filtros, se é ético vermos deputados a exercerem funções em órgãos sociais de clubes de futebol ou se no século XXI faz sentido que um político continue a não declarar a sua filiação em organizações como a maçonaria", defendeu.

E indicou também que "deve-se à obstinação do PAN o país ter hoje um portal da transparência para a gestão dos fundos europeus, haver transparência nos negócios do hidrogénio verde bem como o reforço dos meios no âmbito da prevenção e combate à corrupção e à criminalidade económico-financeira".

"Perante um PSD apático e uma esquerda colaboracionista, foi o PAN quem pôs a nú a falta de ética e os riscos que estavam associados ao salto direto de Centeno para o Banco de Portugal, foi o PAN quem pôs o pé na porta giratória que existia entre a banca comercial e o Conselho de Administração do Banco de Portugal", frisou também.
Artigos Relacionados