Covid-19: Centros de dia partilhados podem retomar atividades a partir de julho

Lusa 09 de junho
Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 9 a 15 de junho
As mais lidas

Os centros de dia reabriam em 05 de abril, mas de forma faseada, podendo abrir apenas os que funcionam de forma independente de outras respostas sociais, como lares residenciais para idosos, por exemplo.

Os centros de dia que partilham espaços com outras respostas sociais vão poder retomar as atividades de apoio social, suspensas devido à pandemia da covid-19 a partir de 01 de julho, determinou hoje o Governo.

Getty Images
A decisão saiu da reunião de hoje do Conselho de Ministros (CM), no qual foram definidas novas medidas no âmbito do controlo da pandemia.

Em comunicado, o CM refere que foi "determinada a retoma das atividades de apoio social desenvolvidas em centros de dia com funcionamento acoplado a outras respostas sociais, a partir de 01 de julho de 2021".

Os centros de dia reabriam em 05 de abril, após mais de um ano encerrados devido à pandemia da covid-19.

No entanto, os equipamentos reabriram de forma faseada, podendo abrir os que funcionam de forma independente de outras respostas sociais, como lares residenciais para idosos, por exemplo.

Os que partilham espaços com outras respostas sociais ficam condicionados a uma avaliação prévia da Segurança Social e entidade de saúde local para obterem autorização para reabrir.

Nessas estruturas, as orientações do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social previam a necessidade de garantir "total separação, sem cruzamento entre utentes e colaboradores das outras respostas sociais e sem partilha de espaços como refeitórios e instalações sanitárias".
Artigos Relacionados