As amizades africanas de Putin
26 de junhoJoão Carlos Barradas

As amizades africanas de Putin

Proximidades soviéticas de ontem e interesses económicos de hoje explicam a ausência de condenação da Rússia, mesmo entre os países lusófonos.

Ao fim de 20 anos de paz, Angola ainda não fez reconciliação nacional
02 de abrilLusa

Ao fim de 20 anos de paz, Angola ainda não fez reconciliação nacional

"Em Angola, temos uma democracia de fachada. Na realidade, é um sistema autoritário", disse a analista, afirmando que essa vertente autoritária se agravou depois das Primaveras Árabes, em 2011, o MPLA temeu "uma eventual Primavera angolana que nunca existiu nem tinha condições para existir".

Tintim em Luanda

Pequenino e dócil, com os olhos assustados e tensos, mas sempre com aquele livro do Tintim debaixo do braço: apertava-o como se fosse um objecto precioso, o único existente à minha volta, a única prova tangível de que não seria recusado e abandonado.

Fátima Roque e os anos da UNITA: “Não quiseram matar-me”
13 de dezembro de 2021João Carlos Barradas

Fátima Roque e os anos da UNITA: “Não quiseram matar-me”

Branca, académica reconhecida e muito rica, conheceu a Jamba e teve a confiança de Jonas Savimbi. E escreveu agora as memórias dos tempos em que a então maoísta Fati se tornou guerrilheira da UNITA, arriscou e teve a vida por um fio. Acabou expulsa e nunca quis ver a imagem final do corpo do “Mais Velho”.

Paula Cristina Roque: “Em Angola, governa-se  nas sombras”
10 de novembro de 2021João Carlos Barradas

Paula Cristina Roque: “Em Angola, governa-se nas sombras”

João Lourenço conquista lealdades do mesmo modo que José Eduardo dos Santos, mas “não tem estratégia”. À espreita, avisa a investigadora, está uma crise social porque há fome como não se via desde a guerra civil.

Ministra da Justiça 'procura' irmão e cunhada
17 de setembro de 2021SÁBADO

Ministra da Justiça 'procura' irmão e cunhada

Ministério da Justiça enviou quatro técnicos para Luanda para identificação das vítimas dos conflitos políticos no MPLA. Entre as vítimas estão o irmão e a cunhada de Francisca Van Dunem, que foram fuzilados e os corpos nunca foram encontrados.

Guerra Colonial. Os apelos que ficaram sem resposta
03 de maio de 2021António Luís Marinho

Guerra Colonial. Os apelos que ficaram sem resposta

Os últimos anos antes do início da guerra em Angola, na Guiné e em Moçambique foram de intensa actividade diplomática por parte dos movimentos nacionalistas, tentando seguir a via do diálogo, evitando assim um conflito armado.

3
O 25 de Abril em que o desfile pela Liberdade se dividiu em dois
25 de abril de 2021Diogo Barreto

O 25 de Abril em que o desfile pela Liberdade se dividiu em dois

Ao desfile tradicional com milhares de pessoas juntou-se um desfile "apartidário e aberto a todos", mas apenas composto por elementos da Iniciativa Liberal. Foi assim que o povo voltou a sair à rua no segundo ano da pandemia.

Forças especiais. Como é viver na linha de fogo
19 de março de 2021Luís Francisco

Forças especiais. Como é viver na linha de fogo

Assegurou a segurança de visitantes ilustres, como a Rainha Isabel II, integrou missões de paz das Nações Unidas, esteve perto da morte várias vezes. António Duarte tem muitas memórias de uma vida de aventuras. Algumas ainda o atormentam.

Carvalho das Barbas: o comandante das milícias em Angola
18 de março de 2021Tiago Carrasco

Carvalho das Barbas: o comandante das milícias em Angola

Carvalho das Barbas foi um herói para os brancos e um diabo para os negros. Jogava à bola com cabeças decepadas e há quem o acuse de ter usado câmaras de gás improvisadas. Trabalhava com a PIDE e os militares.

A Newsletter As Mais Lidas no seu e-mail
Às Sextas-Feiras não perca as notícias mais lidas da semana