Torre Bela: "Isto de caçada não tem nada. É um extermínio"

Torre Bela: 'Isto de caçada não tem nada. É um extermínio'
Leonor Riso 21 de dezembro de 2020

José Bernardino, presidente da Confederação Nacional de Caçadores Portugueses, lamenta a morte dos 540 animais na herdade. Estudo de impacte ambiental previa duas alternativas: a transferência dos veados, gamos e javalis para outro local ou o seu extermínio.


"Olhe, não chame caçada a isto." O desabafo é de José Bernardino, presidente da Confederação Nacional de Caçadores Portugueses (CNCP), confrontado com as imagens da caçada na herdade da Torre Bela, Azambuja, em que foram mortos 540 veados, gamos e javalis. "Isto de caçada não tem nada. Tem um objetivo único, o extermínio dos animais que lá estavam."

Na herdade privada, está prevista a instalação de um parque fotovoltaico explorado pelas empresas Neoen (através da CSRTB) e AuraPower. O estudo de impacte ambiental encontra-se em fase de consulta pública e, no documento, é apontada a presença de animais de caça, porque a Quinta da Torre Bela é uma tapada, e duas alternativas: a transferência dos animais para outro local ou o extermínio. "Será necessário encontrar uma solução para estes animais, dado que futuramente deixarão de ter habitat adequada dentro da Tapada, na zona que ficará ocupada pelos painéis", lê-se.

<div class="iframely-embed"><div class="iframely-responsive" style="padding-bottom: 56.3333%; padding-top: 120px;"><a href="https://www.sabado.pt/vida/detalhe/torre-bela-abate-de-540-animais-da-origem-a-queixa-crime" data-iframely-url="//cdn.iframe.ly/q5gmD0V"></a></div></div><script async src="//cdn.iframe.ly/embed.js" charset="utf-8"></script>

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais