Os deputados ajudam nas tarefas domésticas?

Os deputados ajudam nas tarefas domésticas?
Alexandre R. Malhado 24 de fevereiro de 2019

Há deputados que não têm jeito para cozinhar, outros são obcecados com a cozinha. Todos têm a ajuda de uma empregada, mas há quem não ajude mesmo nas tarefas domésticas. A SÁBADO falou com quase duas dezenas de deputados para saber quem ajuda em casa.

Em casa, o deputado centrista Nuno Magalhães sabe o que tem de fazer - "tratar das tartarugas, pôr a louça e a roupa a lavar" - e até trata da cozinha com obsessão. No que toca à arrumação do resto da casa, apenas aspira. Já a "grande frustração" de José Manuel Pureza, do Bloco de Esquerda, é não cozinhar: "Até já queimei pratos." Quanto a António Ventura, deputado do PSD pelo círculo eleitoral dos Açores, só participa nas tarefas domésticas quando é "chamado a campo": "Sou um subordinado nas tarefas. Quando estou em casa ela é o general." É deste exemplo que se queixam as mulheres portuguesas, que fazem 73% de todas as tarefas domésticas, mais do triplo que o companheiro, de acordo com "As Mulheres em Portugal, Hoje", um estudo da Fundação Francisco Manuel dos Santos (FFMS), apresentado este mês.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais