Motorista do Governo acusado de perseguir e ameaçar de morte ex-mulher

Motorista do Governo acusado de perseguir e ameaçar de morte ex-mulher
SÁBADO 10 de maio de 2020

Arguido, que trabalha há 15 anos com elementos do Governo, nunca aceitou separação e violou várias vezes ordem de afastamento da vítima.

Um motorista que há 15 anos trabalha com elementos do Governo – atualmente conduz a secretária de Estado da Educação – está acusado de perseguir e ameaçar de morte a mulher com quem viveu nove anos. Incapaz de aceitar a separação, enviou-lhe fotos onde empunhava uma arma, invadiu o local de trabalho para retirar as chaves do carro e esconder a viatura, e várias vezes foi apanhado pela PSP e GNR a violar a ordem de afastamento. Começa a ser julgado na terça feira, no Tribunal do Seixal, por violência doméstica.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais