Marta Temido: "Nada nos próximos tempos, se é que alguma vez, voltará a ser como antes"

C.A.C. 12 de abril de 2020

Ministra da Saúde diz que a "expectativa de regressar à normalidade tem de ser sempre temperada até à chegada da vacina" contra o novo coronavírus.

A ministra da Saúde, Marta Temido, assumiu, este domingo, que a "expectativa de regressar à normalidade tem de ser sempre temperada até à chegada da vacina" contra a covid-19. Na conferência de imprensa diária, após a divulgação do relatório da situação epidemiológica em Portugal, a governante salientou a época de Páscoa para apelar, ainda assim, "à esperança". 

"A expectativa de regressar à normalidade tem de ser sempre temperada até à chegada da vacina por medidas de prevenção, conteção e restrição", disse aos jornalistas, sublinhando, ao mesmo tempo: "Nada nos próximos tempos, se é que alguma vez, voltará a ser como antes e temos que saber viver com isso"

Marta Temido revelou que as autoridades, em cojunto com vários especialistas e cientistas, têm estado a acompanhar a evolução da pandemia em Portugal e a estudar o regresso à normalidade, apesar de não haver qualquer prazo estabelecido. "Temos de saber manter a capacidade de desejar um futuro que ambicionamos e aguardamos com aquilo que é a necessidade de ir adaptando a nossa vida normal ao contexto de cada momento", sublinhou. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais