ERC acusa MP de conduta grave em caso de vigilância a jornalistas

CM 13 de janeiro

Dois jornalistas foram vigiados e fotografados pela PSP a mando do Ministério Público.

Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) pronunciou-se esta quarta-feira sobre o caso de vigia a jornalistas por parte do Ministério Público (MP) e condenou a conduta grave que veio a público esta terça-feira sobre a perseguição a dois jornalistas da SÁBADO e, na altura, Correio da Manhã.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais