As burlas da sobrinha-neta do Marechal Spínola

As burlas da sobrinha-neta do Marechal Spínola
António José Vilela 22 de novembro de 2020

A consultora financeira, que trabalhou para os bancos Best e Deutsche, burlou dezenas de clientes durante 15 anos. Um total de 11,5 milhões de euros. Nem o motorista de táxi que a transportava escapou.

Chama-se Ana Mafalda Spínola Prazeres, vai fazer 61 anos este mês, pertence à família do antigo Presidente da República António de Spínola, foi consultora financeira externa de dois bancos e vai agora ser julgada por um total de 105 crimes de burla, simples e qualificada e informática, falsificação de documentos e de acesso ilegítimo.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais