Armazenamento de água desce em dez bacias hidrográficas em Novembro

Lusa 04 de dezembro de 2017
Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 28 de janeiro a 3 de fevereiro
As mais lidas

Outono deste ano foi o mais seco dos últimos 46 anos, segundo o boletim de armazenamento de albufeiras do Sistema Nacional de Informação de Recursos Hídricos.

seca guadiana
seca guadiana
seca guadiana
seca guadiana
seca guadiana
seca guadiana
seca guadiana
seca guadiana
seca guadiana
seca guadiana
seca guadiana
seca guadiana
seca guadiana
seca guadiana
seca guadiana
seca guadiana
seca guadiana
seca guadiana

A quantidade de água armazenada em Novembro desceu em 10 bacias hidrográficas de Portugal continental e subiu em duas, em comparação com Outubro, e só uma tem valor acima da média.

No último dia do mês de Novembro de 2017 e comparativamente ao último dia do mês anterior verificou-se um aumento do volume armazenado em duas bacias hidrográficas e uma descida em dez, segundo o boletim de armazenamento de albufeiras do Sistema Nacional de Informação de Recursos Hídricos (SNIRH).

Com um armazenamento de 41,8%, a bacia do Arade é a única que apresenta um valor acima da média (36,7%).

Das 60 albufeiras monitorizadas pelo Sistema, quatro apresentam disponibilidades hídricas superiores a 80% do volume total e 31 têm disponibilidades inferiores a 40%.

De acordo com o SNIRH, a bacia que apresenta menor capacidade de armazenamento é a do Sado (21,6%), seguida da bacia do Lima (28%).

A bacia do Guadiana é a que regista a maior capacidade de armazenamento 65,2%, seguindo-se a do Douro (60,3%), do Cávado (60,2%), de Mira (53,6%), do Tejo (52,6%), do Barlavento (49,3%), do Mondego (46,8%), do Arade (41,8%), do Oeste (39,3%) e do Ave (39%).

Os armazenamentos de Novembro de 2017 por bacia hidrográfica apresentam-se inferiores às médias de armazenamento de Novembro (1990/91 a 2016/17), excepto para a bacia do Arade.

A cada bacia hidrográfica pode corresponder mais do que uma albufeira, segundo o SNIRH.

Em Outubro, quase metade das 60 albufeiras do País tinham disponibilidades hídricas inferiores a 40% do volume total, tendo-se registado uma descida da água armazenada em dez bacias hidrográficas.

De acordo com o Boletim Climatológico do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), divulgado na semana passada, no final de Novembro 3% do território estava em seca moderada, 46% em seca severa e 51% em seca extrema.

O índice meteorológico de seca (PDSI) indica que, em Novembro, houve "um ligeiro desagravamento da intensidade da seca nas regiões do Noroeste, Centro e Sudoeste do território".

O mesmo boletim indica que o outono deste ano foi o mais seco dos últimos 46 anos, com o valor médio da temperatura máxima do ar mais alto dos últimos 86 anos.
Active a sua
Assinatura de Oferta
Para aceder sem limites , a todos os conteúdos do site, insira o Código Promocional disponível na edição desta semana da revista aqui , e não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara diariamente para si.
Boas leituras!
Artigos Relacionados
Opinião Ver mais