Ainda hoje a Figueira da Foz paga a conta

Ainda hoje a Figueira da Foz paga a conta
Marco Alves 23 de maio de 2021

Pedro Santana Lopes quer voltar ao lugar onde foi feliz, mas na cidade há muita gente que se lembra das dívidas, que subiram 347% em três anos de mandato

Como o País está há mais de um ano familiarizado com picos, curvas, vagas e planaltos, é fácil visualizar o gráfico que ilustra a evolução da dívida da Câmara Municipal da Figueira da Foz nas últimas duas décadas: uma subida exponencial entre 1998 e 2005, seguida de um achatamento da curva até 2009 e depois uma lenta descida até hoje.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais