Notas sobre a vitória de Rio no PSD
José Pacheco Pereira Professor
02 de dezembro de 2021

Notas sobre a vitória de Rio no PSD

Houve um generalizado voto de censura às estruturas do PSD que se queriam substituir aos militantes na escolha do líder do partido. A lógica dessas estruturas é, com raras excepções, dominada pelos interesses das carreiras dos seus membros.

1. Há pelo menos uma característica teológica que o PSD tem: faz milagres. Esses milagres são tão mais comuns quanto mais vasto é o número de crentes e de infiéis que se defrontam na mágica caixinha chamada urna.

2. Se alguém pensa que a guerra interna contra Rio no PSD vai acabar, tire daí as ilusões ou os desejos. O que vale é que Rio sabe isso muito bem.

3. A razão pela qual não vai acabar deriva de dois factos. Um, relevante em todos os grandes partidos, é que quem faz da sua vida política um projecto de carreira profissional precisa de defender a carreira e as promoções.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Opinião Ver mais