O que já se sabe sobre o tiroteio na Holanda que provocou pelo menos três mortos

Carolina R. Rodrigues 18 de março de 2019

A polícia holandesa suspeita que Gökmen Tanis, de 37 anos, natural da Turquia, tenha perpetrado o ataque, mas não exclui a hipótese de haver mais pessoas envolvidas no ataque.

Gökmen Tanis, de 37 anos, nascido na Turquia, é o homem que a polícia de Utretch está a procurar como principal suspeito do tiroteio decorrido esta segunda-feira na cidade holandesa. A imagem do alegado atirador foi revelada pelas autoridades nas redes sociais.

Esta segunda-feira, um homem disparou contra os passageiros de um elétrico na cidade holandesa, provocando três mortos. A Holanda admite que se poderá tratar de um ataque terrorista, mas ainda não há confirmação. O alerta foi dado por volta das 10h45 da manhã e as autoridades decretaram o nível cinco (o mais alto) de ameaça na província. A segurança no parlamento holandês também foi reforçada.

O suspeito já foi detido pelas autoridades holandesas durante as rusgas efetuadas. Apesar de a agência turca Anadolu ter citado fontes familiares que garantem que Tanis terá disparado contra um familiar no elétrico e depois agredido as pessoas que tentaram ajudar a vítima, a polícia não rejeita a hipótese de ataque terrorista.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais