Eles descobrem fotografias suas que nunca viu - e dão-nas à polícia

Eles descobrem fotografias suas que nunca viu - e dão-nas à polícia
Diogo Barreto 21 de junho de 2020

A Clearview AI tem uma base de dados com milhões de fotografias que permitem identificar qualquer pessoa em vídeos ou fotografias nas redes sociais. Polícias europeias já recorreram aos seus serviços.

A Clearview AI tem um banco de imagens com milhares de milhões de fotografias. Nessas imagens surgem cidadãos de todas as partes do globo. Um jornalista espanhol pediu à empresa que partilhasse as fotografias que tinha dele para perceber a extensão das imagens que estavam guardadas na base de dados.

O que recebeu, ao abrigo da lei da proteção de dados, foram 22 imagens captadas a partir de vídeos de YouTube, apresentações feitas em SlideShare em que aparecia a sua fotografia e redes sociais como LinkedIn ou Flickr. Algumas, nunca tinha visto.

O negócio da Clearview AI, formada em 2016, consiste em identificar quem quer que seja a partir de uma fotografia. Não se sabe quem são os clientes da empresa norte-americana, mas sabe-se que muitas polícias espalhadas pelo mundo já recorreram a este serviço, bem como empresas de segurança privada. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais