China manifesta apoio em visita secreta de Kim Jong-un

China manifesta apoio em visita secreta de Kim Jong-un
Susana Lúcio 28 de março de 2018

O presidente chinês, Xi Jinping, confirmou a visita do ditador norte-coreano que apelou para a desnuclearização das duas coreias.

Depois de dias de especulação, Pequim confirmou que o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-Un, realizou uma visita descrita como "não oficial" à China que teve início no passado Domingo, dia 25, e terminou hoje.

A primeira visita de Estado de Kim Jong-un, desde que ascendeu ao poder em 2011, serviu para o ditador garantir estar "empenhado na desnuclearização da península [coreana], de acordo com a vontade dos falecidos presidente Kim Il-sung e do secretário geral Kim Jong-il", segundo divulgou a agência chinesa Xinhua.

O ditador, que no ano passado aumentou a tensão na região com vários testes de mísseis inter-continentais e ensaios nucleares, assegurou que a situação entre as penínsulas pode ser resolvido  se a Coreia do Sul e os Estados Unidos "responderem aos nossos esforços de boa vontade e criem uma atmosfera de paz e estabilidade."

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais