Ator de "Empire" foi vítima de um crime de ódio

Miguel Anjos com Leonor Riso 30 de janeiro de 2019

Jussie Smollet foi alegadamente vítima de uma agressão motivada por racismo e homofobia. Agressores despejaram lixívia sobre o actor e enrolaram-lhe uma corda ao pescoço.

O ator Jussie Smollett foi hospitalizado esta terça-feira, 29 de janeiro, em Chicago, EUA, depois de ser agredido por dois homens. A polícia está a investigar o ataque como um possível crime de ódio, segundo avança o Indiewire, motivado por racismo e homofobia.

Smollett terá sido atacado por "dois homens" que gritaram insultos racistas e homofóbicos ao ator. Posteriormente, os agressores terão começado a "agredir a vítima no rosto e despejaram uma substância química desconhecida sobre ele". As perícias determinaram que a substância era lixívia. "Enrolaram ainda uma corda à volta do pescoço da vítima" e terão proclamado, no fim das agressões: "Isto é o país do MAGA", uma referência ao slogan de campanha de Donald Trump, "Make America Great Again" ("Tornar a América Grande Outra Vez"), de acordo com um comunicado divulgado pelo Departamento de Polícia de Chicago.

Smollet está atualmente a recuperar no Hospital Northwestern.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais