AKK: quem é a nova "mutti" do pós-Merkel

AKK: quem é a nova 'mutti' do pós-Merkel
Sara Capelo 17 de dezembro de 2018

Chamaram-lhe mini-Merkel, mas apesar de estarem próximas são bastante diferentes: a nova líder da CDU é católica, tem três filhos e é muito mais conservadora quanto a costumes ou à presença de refugiados na Alemanha

Será até 2021 ou só até ao próximo Inverno? Excepto, talvez, Angela Merkel, ninguém na Alemanha se atreve a adivinhar por quanto tempo irão as duas "mãezinhas" coexistir. Durante quase duas décadas, a líder da CDU e chanceler foi a mutti. O amor dos eleitores começou a diminuir quando, no pico da crise dos refugiados, a chanceler decidiu manter as fronteiras abertas. Tal como muitos outros conservadores do partido, a primeira-ministra do Saarland, um pequeno Estado junto à fronteira com a França e o Luxemburgo apoiou a decisão - mas com o tempo, foi confessando que, afinal, fora um erro.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais