"A Finlândia não é um satélite da Rússia?": As gaffes de Trump no livro de Bolton

'A Finlândia não é um satélite da Rússia?': As gaffes de Trump no livro de Bolton
Diogo Camilo 19 de junho de 2020

O antigo conselheiro de segurança nacional da Casa Branca descreve Trump como "incrivelmente desinformado" no seu novo livro e relata episódios em que Trump relembrou o ataque de Pearl Harbor ao Japão, questionou o Reino Unido se tinha armas nucleares e indicou que a Finlândia faria parte da Rússia.

Um novo livro sobre os bastidores da presidência de Donald Trump nos Estados Unidos tem lançamento marcado para a próxima semana e o seu conteúdo promete abalar a Casa Branca. John Bolton, antigo conselheiro de segurança nacional, alega que Trump terá pedido a ajuda do presidente chinês, Xi Jinping, para ser reeleito como presidente dos EUA em 2020.

Mas, no livro, Bolton fala de tudo - até de um Trump "incrivelmente desinformado" que considera não ser "competente para o cargo que desempenha". "Não acho que ele seja competente para o cargo. Eu penso que ele não tem as competências necessárias para exercer o seu trabalho", afirmou o antigo conselheiro da Casa Branca numa entrevista que será emitida pela ABC neste fim-de-semana.

Trump não é conhecido pela sua cultura geral, mas o livro de Bolton evidencia algumas falhas flagrantes. Em "O quarto onde tudo aconteceu – um livro de memórias da Casa Branca", Bolton fala que a falta de conhecimento geográfico era enorme, particularmente sobre países nórdicos.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais