Museu do Holocausto: lembrar é não perpetuar o mal
05 de abrilFilipa Teixeira

Museu do Holocausto: lembrar é não perpetuar o mal

Lê-se, fala-se, ouve-se muita coisa sobre o assunto. Mas muito nunca é demais quando se trata de recordar um dos episódios mais negros da história contemporânea. O Holocausto faz parte do passado, mas não é por isso que deve deixar de ser uma preocupação do presente e do futuro, como bem nos lembra o Museu hoje inaugurado no Porto.

Mostrar mais notícias
A Newsletter Semanal Gps no seu e-mail
A GPS indica-lhe as melhores sugestões de fim de semana. Receba todas as semanas no seu email. (Enviada semanalmente)