Salário de 2.700 euros? As contas de Miguel Sousa Tavares e os números reais

O jornalista colocou a hipótese de um jovem ganhar 2.700 euros brutos no primeiro emprego, mas a realidade está bem longe disso. Um jovem entre os 18 e os 24 anos não ganha mais 728 euros e entre os 25 e os 34 anos fica pelos 907,42 euros por mês. 

Durante a entrevista ao primeiro-ministro, na TVI, Miguel Sousa Tavares lançou umas contas de cabeça sobre os rendimentos e despesas dos jovens portugueses. Contas que ficaram longe da realidade e António Costa, aliás,  fez questão de sublinhar isso. "Imagine que um jovem vai para o mercado de trabalho, altamente qualificado, e lhe pagam aquilo que para nós é um belo salário para quem começa, 2.700 euros brutos por mês", disse Miguel Sousa Tavares. 

Um salário de 2.700 euros está, de facto, longe da realidade dos jovens portugueses. De acordo com os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), um jovem entre os 18 e os 24 anos ganha em média 727,92 euros brutos por mês. Os dados mais recentes dizem respeito ao ano de 2019 e, para a faixa etária que está acima, entre os 25 e os 34 anos, a média salarial fica pelos 907,42 euros por mês. 

Estas contas salariais divulgadas pelo INE juntam homens e mulheres, mas quando os números se dividem por género há ainda mais desigualdade - as mulheres ganham menos. Enquanto os homens entre os 18 e os 24 anos conseguem em média 749,74 euros, as mulheres não levam para casa mais de 698,92 euros. E na faixa etária seguinte, entre os 25 e os 34 anos, o cenário repete-se: 944,40 euros para homens e 864,17 euros para mulheres. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais