João Félix: de dispensado no FC Porto a transferência do século

João Félix: de dispensado no FC Porto a transferência do século
Carlos Torres 19 de junho de 2019

Aos 5 anos começou nos Pestinhas e aos 9 foi para o FC Porto. Insatisfeito por ser suplente, com 15 anos mudou-se para o Benfica. Esta época, em cinco meses transformou-se numa estrela e vai para o Atlético Madrid por 120 milhões de euros


Em pouco mais de 10 anos, João Félix chegou ao topo do mundo. O avançado tornou-se o jogador português mais caro da história do futebol, ao ser vendido pelo Benfica ao Atlético Madrid por 120 milhões de euros. Para trás ficaram os sacrifícios que fazia em miúdo, logo com 8 anos, quando se deslocava três ou quatro vezes por semana de Viseu para o Porto, para treinar nas escolinhas dos dragões, fazendo de cada vez 250 km – um sinal da sua paixão pelo futebol.

Mas essa paixão começou antes, no berço. "Os meus pais sempre me disseram que ainda antes de andar já conseguia driblar uma bola. Isso não é verdade, claro. Mas, até é, sabiam?" contou, a 22 de janeiro de 2019, no site The Players Tribune.

A mãe, Carla, admite que o filho era "viciado na bola". "Em bebé, só queria bolas. Podia ter um ou outro jogo para se entreter, mas esse era o brinquedo que queria sempre receber", contou ao Maisfutebol, em setembro de 2018.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais