FC Porto: como acabar com a maldição inglesa

FC Porto: como acabar com a maldição inglesa
Carlos Torres 07 de abril

Com uma eliminatória que se jogará inteiramente em Sevilha, será desta que os dragões vão conseguir ultrapassar a malapata com os ingleses? O FC Porto já venceu o Chelsea por duas vezes, mas nunca ultrapassou os blues.

As maldições são irracionais, inverosímeis, não existem, mas no fundo todos acreditamos nelas. "No creo en brujas, pero que las hay, las hay", dizem os espanhóis. É por isso que evitamos passar por baixo de um escadote no passeio ou que, numa sexta-feira 13, se vamos distraídos e batemos com o carro, achamos que é azar.

Isto vale para a relação do FC Porto com as equipas inglesas. Os dragões nunca ganharam em Inglaterra. E em 40 jogos nas taças europeias frente a ingleses, somam oito vitórias, 10 empates e 12 derrotas. E em 13 eliminatórias, só conseguiram seguir em frente por três vezes. A última foi aquela passagem épica frente ao Manchester United, em 2004, com Costinha a marcar o 1-1 em Old Trafford perto do apito final (depois da vitória por 2-1 em casa), que levou José Mourinho a uma corrida louca para festejar, num percurso que só terminaria com os dragões a vencer a Liga dos Campeões (3-0 ao Mónaco, em Gelsenkirchen).

Antes disso, o FC Porto já tinha afastado o Manchester United também de forma épica, na Taça das Taças de 1977/78 (venceu 4-0 em casa e perdeu 5-2 em Inglaterra, com Seninho a bisar e a fazer o papel de herói, feito que na altura lhe valeu uma transferência milionária para o Cosmos de Pelé).

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais