Camisolas da Amnistia proibidas de entrar em Alvalade

As camisolas serviam para lembrar a "Equipa Esquecida", em memória a todos os trabalhadores que morreram durante a construção das infraestruturas necessárias à realização do Mundial do Qatar.

Horas antes do jogo de Portugal contra a Nigéria foram entregues nas imediações do estádio José Alvalade cerca de mil T-shirts, que se assemelham a coletes de trabalhares da construção civil. Estas camisolas pertenciam à Amnistia Internacional Portugal e serviam para lembrar a "Equipa Esquecida", em memória a todos os trabalhadores que morreram durante a construção dos estádios, no entanto as camisolas não foram autorizadas a entrar dentro do estádio.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais