Vacinas da AstraZeneca e Pfizer são "altamente eficazes" contra a variante Delta

Vacinas da AstraZeneca e Pfizer são 'altamente eficazes' contra a variante Delta
Diogo Camilo 24 de junho

Estudo da Universidade de Oxford aponta também que estas vacinas conferem "alta proteção" contra a hospitalização de doentes infetados pela variante associada à Índia.

As vacinas produzidas pela AstraZeneca e pela Pfizer/BioNTech são eficazes contra a variante Delta e conferem "alta proteção" contra a hospitalização de doentes infetados pela variante associada à Índia.

O estudo da Universidade de Oxford, publicado na revista científica Cell, investigou a habilidade de anticorpos no sangue de vacinados, com duas doses destas vacinas, neutralizarem a variante altamente contagiosa e cuja prevalência tem aumentado em Portugal e, especialmente, em Lisboa e Vale do Tejo, onde já é dominante.

"Não há provas de transmissão generalizada, o que sugere que a atual vacinação confere proteção contra as linhagens B.1.617", aponta o estudo, referindo-se às variantes agora conhecidas como Delta e Kappa.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais