Metástases do cancro da mama multiplicam-se durante a noite Exclusivo

Metástases do cancro da mama multiplicam-se durante a noite
Ana Bela Ferreira 23 de junho

Até agora acreditava-se que as metástases do cancro se multiplicavam a qualquer hora do dia. Investigação recente mostra ligação com o ritmo circadiano.

O cancro de mama é um dos mais comuns em todo o mundo. Só em Portugal, todos os anos são diagnosticados 7.000 casos e 1.800 mulheres acabam por morrer. Um dos maiores riscos é quando a doença entra na fase metastizada, ou seja, quando as células do cancro original acabam por se espalhar por outras zonas do corpo originando novos tumores. E até aqui pensava-se que este multiplicar de metástases acontecia de forma aleatória no nosso corpo. Porém, cientistas da Universidade de Zurique, na Suíça, descobriram que este processo acontece essencialmente durante o sono.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais