Influencers criticados por promoverem festival na Arábia Saudita

Influencers criticados por promoverem festival na Arábia Saudita
Diogo Barreto 23 de dezembro de 2019

Dezenas de inlfuencers foram convidados para promoverem um festival de música saudita e estão a ser criticados por promoverem um estado com "pouco respeito pelos direitos humanos".

O MDL Beast teve tudo aquilo que é preciso para pôr um festival na rota dos grandes: artistas como David Guetta e Steve Aoki, vários palcos e anunciantes e influencers para o promoverem nas redes sociais. A diferença é que este festival acontece na Arábia Saudita e os atores e modelos estão a ser criticados por terem aceitado dinheiro para aparecer naquele evento. 

O festival que aconteceu em Riade durante o fim-de-semana descrevia-se como o "maior evento musical da região" e dezenas de grandes influencers internacionais aproveitaram a oportunidade para promover o festival e a si próprios. Só que agora estão a ser amplamente criticados por "reabilitarem" a imagem da Arábia Saudita. E apesar destas viagens pagas terem começado em setembro, quando o regime anunciou que se ia abrir ao turismo internacional, este foi a primeira vez que se registou um grande movimento de promoção por parte de celebridades.

Entre as figuras mais proeminentes a estar pelo festival estiveram o ator Armie Hammer (que declarou que o festival parecia "uma mudança cultural"). O mesmo comentário foi feito por Ryan Phillippe. Já a modelo Alessandra Ambrosio mostrou duas fotografias onde se dizia preparada para a festa. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais