Viúva de Robin Williams revela doença do actor em carta comovente

Nuno Paixão Louro 01 de outubro de 2016

Intitulada O terrorista no cérebro do meu marido, a carta de Susan Schneider descreve a impotência de alguém perante uma doença neuro-degenerativa que desconhecia

Susan Schneider, viúva do actor Robin Williams que morreu em Agosto de 2014, escreveu uma carta, publicada na revista Neurology (da Academia de Neurologia dos Estados Unidos), sobre a doença de que sofria o marido e que só ficou a conhecer três meses depois da sua morte, quando recebeu o relatório da autópsia.

Em "O terrorista dentro do cérebro do meu marido", Schneider, que esteve casada com Williams sete anos, faz um relato emocionado da demência que tornou a vida do casal, no último ano de existência do actor, num verdadeiro pesadelo. A demência com corpos de Lewis é uma doença neuro-degenerativa que tem semelhanças com a doença de Alzheimer, afectando também a memória.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login