Rendas altas e salários baixos deixam escolas com falta de professores

Cátia Andrea Costa 12 de outubro de 2019

Ainda há escolas à procura de fechar os horários escolares: Lisboa, Setúbal e Faro são os distritos mais afetados.

O ano letivo começou no início de setembro mas isso não significa que todos os horários tenham professores e que os alunos estejam já a ter aulas de todas as disciplinas. Dos 350 horários que estavam esta semana em oferta de escola, 225 correspondiam a vagas recusadas já por duas vezes por professores que estão nas listas de ordenação ou não tinham sequer candidatos. De acordo com o Expresso, as disciplinas onde faltam mais docentes são Geografia, Informática e Educação Moral e Religiosa.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais