Relação de Évora anula pena de homem condenado por agredir e violar a filha

Relação de Évora anula pena de homem condenado por agredir e violar a filha
SÁBADO 20 de maio de 2020

Homem condenado a oito anos e meio de prisão foi absolvido por “ausência de provas “ e “erro notório na apreciação da prova”.

O Tribunal de Relação de Évora absolveu um homem condenado a oito anos e meio de prisão por agredir e violar a filha menor de 12 anos, em 2012, depois do crime ter sido dado como provado em abril. Relação aponta "ausência de provas " e "erro notório na apreciação da prova".

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais