Homem queria incluir coador na cabeça na foto do cartão do cidadão

Homem queria incluir coador na cabeça na foto do cartão do cidadão
Carlos Rodrigues Lima 21 de novembro de 2020

Cidadão alegou pertencer à "igreja do monstro do esparguete voador" e queria que a sua fotografia de identificação desse conta disso. Caso chegou ao Conselho Consultivo do Instituto de Registos e Notariado.


Um cidadão português queria que a sua foto do cartão do cidadão incluísse um coador na cabeça. Para tal alegou pertencer à Igreja do Monstro do Esparguete Voador, cujo "fiéis" usam este utensílio de cozinha, precisamente, na cabeça.Depois de várias recusas pelos serviços, o caso foi analisado pelo Conselho Consultivo do Instituto de Registos e Notariado, que voltou a negar a pretensão, já que o "pastafarianismo" não pode, segundo o documento, "ser considerado movimento religioso" para efeitos de excepção.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais