Helena Roseta diz que lei das rendas atual está "cheia de botox"

25 de outubro de 2019

A nova lei das rendas para arrendamento habitacional deve incluir todos os regimes em vigor, nomeadamente renda livre, renda acessível ou condicionada e renda apoiada.

A ex-deputada independente eleita pelo PS Helena Roseta disse hoje que o atual regime do arrendamento urbano "está ultrapassado", porque "é uma lei cheia de 'botox'", e defendeu a criação de uma nova lei das rendas.

"Já foram tantas mexidas, tantas intervenções cirúrgicas, tantas alterações, já ninguém se entende com aquilo, portanto está na altura de fazer um trabalho sério, com investigação, com apoio académico, científico e jurídico", afirmou a arquiteta Helena Roseta, no âmbito do VI Congresso Nacional do Novo Regime do Arrendamento Urbano, que decorre em Lisboa, organizado pela empresa Debates & Discursos.

Na perspetiva da ex-deputada, que além de deixar a Assembleia da República, renunciou ao cargo de presidente da Assembleia Municipal de Lisboa, a nova lei das rendas para arrendamento habitacional deve incluir todos os regimes em vigor, nomeadamente renda livre, renda acessível ou condicionada e renda apoiada, substituindo assim o Novo Regime do Arrendamento Urbano (NRAU), em vigor desde 2012.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais