Há 11 ex-governantes envolvidos em problemas com a Justiça

Há 11 ex-governantes envolvidos em problemas com a Justiça
Mariana Branco 28 de março de 2018

Este número não inclui sentenças já definitivas, como o caso do ex-secretário de Estado do PSD Paulo Júlio, ou casos de crimes exteriores às funções públicas, como Manuel Maria Carrilho.

Das fileiras do PS e do PSD, há pelo menos 11 ex-ministros e ex-secretários de Estado envolvidos em suspeitas de crime no exercício de funções, avança esta quarta-feira o jornal Público. Este número não inclui sentenças já definitivas, como o caso do ex-secretário de Estado do PSD Paulo Júlio, ou casos de crimes exteriores às funções públicas, como Manuel Maria Carrilho.

Estes 11 antigos governantes estão a contas com a justiça portuguesa por corrupção e branqueamento de capitais, e nem todos os casos envolvem dinheiro – quatro ex-secretários de Estados envolvidos no caso Galpgate foram pagos em géneros. O antigo secretário de Estado da Indústria, João Vasconcelos, Jorge Costa Oliveira da Internacionalização e Fernando Rocha Andrade, dos Assuntos Fiscais, demitiram-se no Verão passado, dias antes de serem constituídos arguidos. O caso Galpgate foi avançado pela SÁBADO. Também Carlos Costa Pina, administrador executivo da Galp que foi secretário de Estado do Tesouro e das Finanças no primeiro governo de Sócrates, foi investigado pelo Ministério Público.

Em causa estão factos relacionados com o recebimento indevido de vantagem. Contudo, apenas quando o inquérito terminar se saberá se se traduz em acusação ou em arquivamento de processo.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais