Grupo dedicado a "resgatar animais" investigado por Unidade de Contraterrorismo

Grupo dedicado a 'resgatar animais' investigado por Unidade de Contraterrorismo
Diogo Barreto 15 de novembro de 2018

IRA está a ser alvo de uma investigação por parte do Ministério Público e da Polícia Judiciária. Dirigente do PAN pode fazer parte do grupo.

Grupo IRA - Intervenção e Resgate Animal está a ser investigado pela Unidade de Contraterrorismo da Polícia Judiciária e pelo Ministério Público, avança a TVI24 numa reportagem emitida esta quinta-feira à noite. Cristina Rodrigues, membro da comissão política do Pessoas Animais Natureza – PAN e ex-candidata à Câmara Municipal de Sintra e chefe de gabinete do deputado André Silva pode estar entre um dos elementos do grupo.

O IRA é um grupo que diz resgatar animais maltratados pelos donos. No entanto, o grupo, que actua com capuzes, acaba por raptar os mesmos, entrando em casa dos donos e ameaçando aqueles que lhes fazem frente, segundo a TVI.

Cristina Rodrigues assinou procurações em nome do IRA e fez denúncias de alguns donos que acabaram por ser vítimas da acção do grupo. Cristina Rodrigues não desmentiu ser uma das encapuzadas deste grupo, quando confrontada pela TVI.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais